terça-feira, 7 de julho de 2009

Luta no campo da argumentação

Click na imagem para ampliar

Os viúvos e viúvas do diploma de jornalismo deveriam escrever mais, para tentar conquistar a simpatia da população. Mas, com argumentos. Eles preferem passar pelo vexame de colocar nariz de palhaço, juntar-se a meia dúzia de gatos pingados e chamar a imprensa para cobrir a “manifestação”.

Em Belém foi assim, como em todo o território brasileiro. Um verdadeiro fiasco. Quão atrapalhada é a FENAJ (Federação Nacional dos Jornalistas) quando incentiva sua rede de sindicatos a se mobilizar dessa maneira.

É como na música de Fagner: Não tem conversa, nem cachaça que dê jeito, nem um amigo do peito que segure o chororô da FENAJ. A carta acima foi publicada nas revistas Época e IstoÉ.

2 comentários:

maria disse...

Excelente Flávio!
Você disse tudo mesmo!
Muito sucesso a jornalistas como você, que vencem não só pelo talento, mas, pelo claro senso de se fazer pensar.
Vida longa a liberdade de expressão!

Maria Soares/PE

maria disse...

Papai, parabéns pelo seu blog!
Eu te amo.

Sophia Estrela